domingo, 15 de dezembro de 2013

O Espelho de Alice


Acordo e olho o espelho
percebo um sorriso velho
e um olhar abandonado
O coração é velhice
e na loucura de Alice
vejo-me no outro lado

Da esperança resta-me o medo
a minha vida, um segredo
que vê o mundo ao contrário
Todas as coisas são estranhas
todas as dores são tamanhas
e eu o seu inventário

Deixei para trás o juízo
confundo o choro e o riso
o direito com o avesso
Mas na louca lucidez
eu sei que esta é a vez
em que o fim é recomeço

Letra: Nuno Miguel Guedes
Música: Armando Machado Machado



Sem comentários: