sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Desfiguração



Lidei bem com tuas palavras,
Mas isso de nada valeu...
Vi teus olhos, como esquadras,
Um coração de gelo e breu!

Foi preciso ver a desfiguração da verdade,
Para cair no poço fundo da mentira,
Nada era como sentia...
Porque não era a realidade.

A tua máscara te caia
A desdenhosa dupla face se mostrava,
Mais que tristeza,
Trouxe vilania,
E a certeza da falsidade.

Sem comentários: