quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Falsa feitiçaria

Sinto agora o gelo da verdade
e a dor propaga-se sempre
como um vírus mortal

Depois disto acordo
e ando outra vez
na rota do meu caminhar
ora depressa, ora lenta 
(nestes devaneios paro para pensar:
"O que perdi não se recupera,
mas ainda há tanto a ganhar"...)

Se fui enganada nunca foi por palavras
Dessas conheço a mestria.
Não fechei os olhos
nem deixei de sentir
uma estranha impressão de má magia
ainda que não quisesse acreditar:
- era falsa feitiçaria

E toda a ilusão se dissipou
Como tudo o que é inconsistente
Agora deixo soprar o vento
E levar o pó
Que não é cal nem fermento

Dust and Snow, Alexander Yakovlev

1 comentário:

omundoaosmeusolhos disse...

Que lindo!! visite o meu também http://ascoisaseorestodomundo.blogspot.com.br/