domingo, 8 de janeiro de 2012

Primavera




«Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver-te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz...»




Sem comentários: